Troféu Raça Negra 2016 terá Direção Musical do músico e produtor Guilherme Kastrup

Mais um nome de peso vai integrar a equipe responsável pela edição 2016 do Troféu Raça Negra. O instrumentista e produtor musical Guilherme Kastrup foi confirmado para Direção Musical 14º Troféu Raça Negra.

A escolha não poderia ser melhor, pois em 2016 a cantora e compositora Elza Soares será a grande homenageada do Troféu Raça Negra e Guilherme Kastrup foi o responsável pela produção musical do aclamado álbum “A Mulher do Fim do Mundo”. O 34º CD da carreira de Elza Soares foi eleito o melhor álbum no 27º Prêmio da Música Brasileira, tendo conquistado também o prêmio de Melhor Álbum de 2015 pela APCA- Associação de Críticos de Arte de São Paulo. Kastrup também foi o diretor geral do show da turnê da cantora carioca que leva o nome do CD.

“A Mulher do Fim do Mundo” traz Elza Soares em sua melhor forma vocal, interpretando canções de jovens compositores paulistanos como Rômulo Froes, Kiko Dinucci, Rodrigo Campos e de nomes como José Miguel Wisnik, Cacá Machado, Clima, Douglas Germano e Alice Coutinho. As 11 músicas compostas especialmente para Elza Soares que transitam por gêneros diversos, como samba, rock, rap e eletrônico e tratam de temas como negritude, sexo, morte e violência.

Guilherme Kastrup

Percussionista, baterista e produtor musical. Guilherme Kastrup iniciou os estudos musicais em 1985, no Rio de Janeiro, no Conservatório Villa-Lobos. Formou-se em Música em 1993, pela Universidade Estácio de Sá, em São Paulo.

Em 2006, atuou como percussionista no CD “Adriana Partimpim”, de Adriana Calcanhoto, vencedor do “Grammy Latino”, na categoria “Melhor Disco Infantil”. No ano seguinte, produziu o show de abertura do evento “Panamericano” para Chico César e Adriana Calcanhoto e ainda o disco de Andréia Dias “Volume 1”, indicado ao prêmio “Dynamite”, na categoria “Melhor Disco de Samba”.

Em 2009, Kastrup produziu o CD “Banda Glória Convida Cristina Buarque” e “A vontade superstar”, de Bruno Morais. Neste mesmo ano, integrando o duo Soukast (com a também percussionista Simone Sou) fez apresentações em Copenhagen, Dinamarca no “Womex Festival”.

Reconhecido instrumentista, Guilherme Kastrup já acompanhou em gravações e shows artistas como Chico César, Arnaldo Antunes, Gal Costa, Ana Carolina, Zizi Possi, Adriana Calcanhoto, Jorge Drexler (Uruguai), Roberto Fonseca (Cuba), Tokiko Kato (Japão), Krishna Das (EUA), Zeca Baleiro, Márcia Castro, Bruno Batista, Chico Lobo, Vanessa da Matta e José Miguel Winsnik, entre outros.

Além da produção musical de “A Mulher do Fim do Mundo”, Guilherme Kastrup também participou do CD como instrumentista, sendo responsável pela bateria e arranjo de quase todas as músicas, exceto a canção “Solto”. Katrup foi o responsável ainda pela direção geral da turnê.